Durante: a vida

pedaços do meu eu à ti

Eu escrevo enquanto tu dormes, pois o silêncio me permite decifrar meus sentimentos mais profundos. Sentimentos estes que só existem por causa da tua respiração na minha nuca, pelo teu abraçar forte enquanto dormes, pela beleza sensível da tua barba mal feita e pelo teu sorriso de canto de boca.  Enquanto dormes posso sentir a paz que existe em nosso pequeno apartamento e que só é quebrada por um ronrono ou outro de algum dos nossos gatos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s