Durante: a vida

certezas.

“Ele me abraçou e começou a dar pequenos beijos em minhas costas, era o seu jeito de pedir desculpa pelas coisas erradas que havia feito. O que ele não entendia era que não foram as atitudes e sim a coexistência que me deixava mal.
Coexistir é diferente de conviver.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s